Sociedade de São Vicente de Paulo

Conselho Metropolitano de Goiânia da SSVP

SSVP

Quem Somos

O Conselho Metropolitano de Goiânia (CMG) é uma unidade da Sociedade de São Vicente de Paulo com uma área de atuação em parte do Estado de Goiás - GO e todo o Mato Grosso - MT. Tem sua sede na cidade de Goiânia, possui 11 Conselhos Centrais, sendo 9 no estado de Goiás e 2 no Mato Grosso (Conselho Central de Cuiabá e Conselho Central Várzea Grande).

Além do trabalho específico com famílias carentes, nossos assistidos, mantemos através dos Conselhos Centrais 30 Instituições entre Abrigo para idosos, funerárias e cemitérios.

Nenhuma obra de caridade é estranha à nossa Instituição. Sua ação compreende qualquer forma de ajuda, por contato pessoal, no sentido de aliviar o sofrimento e promover a dignidade e a integridade do homem. A Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) não somente procura mitigar a miséria, mas também descobrir e remediar as situações que a geram. Leva ajuda a quantos dela precisam, independente de raça, cor, nacionalidade, credo político ou religioso e posição social, ou seja, a SSVP ajuda a todas as pessoas sem qualquer distinção. A única exigência é estar precisando.

Nos textos abaixo conheça melhor a nossa Instituição e como tudo teve início. Obrigado por sua visita, através da sessão Fale Conosoco você pode entrar em contato, venha fazer parte da nossa família.

Sociedade de São Vicente de Paulo

A Sociedade de São Vicente de Paulo, conhecida pelas iniciais S.S.V.P, no Brasil é uma organização e um movimento católico internacional de leigos, fundada em Paris, França, no ano de 1833, por Antônio Frederico Ozanam, Jules Devaux, Paul Lamache, Auguste Le Taillandier, François Lallier, Félix Clavê e Emmanuel J. Bailly, com a transformação da Conferência de História em Conferência de Caridade, propagou-se rapidamente por toda a França, obrigando seus fundadores a estabelecerem normas escritas, visando a preservação do seu primitivo espírito. Fonte: Módulo 2 - Ecafo 1998

Colocada sob o patrocínio de São Vicente de Paulo, inspira-se no pensamento e na obra deste Santo, esforçando-se, sob o influxo da justiça e da caridade para aliviar os sofrimentos do próximo mediante o trabalho coordenado de seus membros.

A Unidade base de nossa Instituição é a Conferência, formada por pessoas católicas, indistintamente de cor, raça, sexo, idade ou classe social. É dirigida por um presidente, eleito pelos demais membros em escrutínio secreto, para um mandato de 3 anos. O presidente escolhe seus companheiros para compor sua diretoria, Vice presidente, secretário, tesoureiro e outros cargos que achar necessário. As conferências fazem reuniões semanalmente, em alguns casos de 15 em 15 dias, durante as reuniões fazem as orações tradicionais da SSVP, leitura da bíblia e assuntos relativos aos seus assistidos (famílias carentes que são ajudadas pela unidade.)

As Conferências Vicentinas e sua Sistemática Operacional – As Conferências Vicentinas são grupos de pessoas, formadas, de no máximo, 15 (quinze) membros para dar maior agilidade e organização à assistência às famílias, que têm sua sede preferencialmente em uma paróquia católica. Sua sistemática de operação é simples: reuniões e visitas semanais às famílias assistidas. Tudo em um clima fraterno de disponibilidade, humildade, simplicidade, zelo, afeto e espiritualidade.

S.S.V.P. na América do Sul

A primeira Conferência foi fundada em 1858, por Fouet, com a ajuda do Pe. José Sató, figura de destaque na difusão da religião na América do Sul. Sua sede foi a cidade de Montevidéu, no Uruguai. Esta recebeu a invocação de São Felipe e São Tiago Apóstolos.

Em 1859 foi fundada a segunda Conferência na América do Sul, na cidade de Buenos Aires, na Argentina, com o nome de Nossa Senhora das Mercês. Seus fundadores: Mariano Balcone, Juan Thompson, Santiago Estrada e Juan Climaco de La Torre.

S.S.V.P. no Brasil

Nascia em 4 de agosto de 1872 no Seminário dos Padres Lazaristas no Rio de Janeiro a primeira Conferência no Brasil, denominou-se "Conferência São José", que era o Patrono do Seminário. Seus Fundadores: Srs. Pedro Fortes Marcondes Jobin, Antônio Secioso Moreira de Sá, Conde D'Alijazur.

Em 11 de novembro, nascia a segunda Conferência Vicentina, também no Rio de Janeiro, sob a invocação de "São Sebastião", padroeiro da cidade, em 1873 surgia a terceira Conferência sob a invocação de "Imaculada Conceição", fundada em 12 de janeiro. No dia 31 de maio de 1874, foi fundada em São Paulo, capital, a Conferência São José, sendo escolhido para patrono da mesma os bispos-mártires D. Vital e D. Macedo. Fonte: Módulo 2 - Ecafo 1998

Vídeo Institucional

Através do vídeo abaixo, desenvolvido pelo Conselho Nacional do Brasil, você pode ver a dimensão e a importância de nosso trabalho.

Ações Sociais da SSVP

São Vicente de Paulo

Os Vicentinos atendem semanalmente cerca de 150 mil famílias carentes, após minuciosa sindicância sócio-econômica nos mais diferentes bolsões de miséria (favela, cortiços, etc.). Portanto, mais de 500 mil brasileiros recebem o auxílio regular SSVP. Somente em gêneros alimentícios são distribuídos por semana, mais de 800 mil quilos de alimentos, além de remédios, roupas, materiais escolares e utensílios diversos.

A SSVP foi reconhecida pela Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República com o Prêmio Direitos Humanos 2004 - Categoria Idosos.